Adotar um animal de rua?

Hoje faz três semanas em que eu estava indo para escola e uma gatinha de cor preta grudou na minha perna. Estava chovendo e eu, como sempre, atrasada para a primeira aula do dia. A pequena gatinha, que provavelmente só tinha algumas semanas de vida, agarrou as unhas em meu jeans e começou a miar sem parar. Eu sacudir um pouco para que ela desgruda-se e ela permaneceu, abaixei e ao afastá-la percebi que estava toda encharcada. Meu coração apertou e eu me lembrei do meu gato que provavelmente estava dormindo em algum canto da casa. Olhei para ela, no chão e pensei no que poderia acontecer se ela permanecesse lá. Abaixei e a peguei sob olhares curiosos em cima de mim, levei a gatinha para casa.

Alimentei, dei carinho, banho e todas essas coisinhas que gatos precisam. Minha família toda ficou apaixonada por ela. Até minha cachorra gostou e meu gato ficou com tanto ciúme que sumiu por alguns dias. Nós nos apegamos tanto que já estávamos discutindo sobre o nome dela. Mas, terça passada ela começou a passar mal. Teve diarréia e mal conseguia ficar em pé, só queria dormir. Demos remédio e nada dela melhorar. Eu chorei muito e na quarta depois que eu voltei do colégio, preocupada com ela, descubro que meu pai já havia levado o corpo para enterrar.

Eu fiquei triste, mas sei que amor não faltou para ela. As pessoas têm o costume de abandonar animais na rua e não foi a primeira vez que eu e minha família adotamos um. A primeira vez foi a 2 anos atrás quando meu pai encontrou na rua uma cachorra rottweiler, magra e que ao contrário do que muitas pessoas pensam, cachorros dessa raça costumam ser muito meigos e carinhosos com seus donos. Digo isso porque eu tinha um, o Brown, antes de adotarmos a Sam.

O estúpido é que as pessoas só querem filhotes bonitinhos e quando esses adoecem e crescem logo os donos abandonam. Por isso tantos animais de ruas são recolhidos (quando são) por entidades, que não possuem condição para cuidar de todos eles. Essas ONG’s sobrevivem por meio de doações de empresas e pessoas que se preocupam com esses animais.

Por isso, ao invés de comprar um cachorro ou um gato, porque você não pensa em adotar um? No site Adotar Cachorro, existe vários animais de todo país esperando para serem adotados e para receber o seu carinho. Quem sabe você não acaba fazendo mais um (a) grande amigo(a)?

3 thoughts on “Adotar um animal de rua?

  1. Tão linda a história e a gatinha😦 muita fofinha! eu nem acredito que tem gente que vende bicho. VENDER a VIDA de um ser vivo, não é estranho? Eu peguei meu gatinho de uma ninhada de uma gata de rua, o Harry rsrs

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s