You know she was not good!


Eis que em um sábado comum o mundo se depara com uma notícia triste: a cantora inglesa Amy Winehouse estava morta. Eu sempre fui fã da cantora, sendo que o meu primeiro blog se chama Você sabe que eu não sou boa, por culpa da minha música favorita dela. Todo mundo sabe o quanto a cantora era talentosa. Com a voz super poderosa e um estilo inconfundível, Amy Jade Winehouse foi uma mulher que amou intensamente e que transmitia todos os seus sentimentos em letras que só poderiam ser cantadas por uma anti-diva.

Mas aqui estou eu para fazer um post sobre quem influenciou tanto a minha adolescência. Não quero entrar no quesito de como a Amy se auto-destruiu com as drogas e o álcool e sim como ela conseguiu influenciar todo mundo com o seu estilo bem marcante.

 

Acho que não tem como falar de Amy e não citar a maquiagem mais bapho que a Inglaterra já viu. O delineador super marcado foi inspirado nas cantoras da década de 60, que gravavam para a Motown. Aliás, acho que todo mundo conhece a Motown por causa dos Jackson 5.

 Dizem que o cabelo da Amy é por conta que ela é baixinha e o cabelo a aumentavam consideravelmente. O penteado da Amy foi copiado por todo mundo e virou a sua marca registrada. Para quem quer fazer uma versão do cabelo da Amy anota a dica: utilize os Bumpits. Ele tem formato de meia-lua e dentes pequenos que seguram o seu cabelo a noite inteira. Ótimo para aquela festa em que você quer  fugir do cabelo solto de sempre.

 Não posso deixar o estilo da Amy de lado. Quem lembra do clipe de Tears Dry On Their Own, onde ela usava um vestido azul que marcava na cintura com sapatilhas de ballet? Pronto, a partir dali foi criado um look super copiado pelas inglesas.  Ela também usava muito calça jeans com blusinha branca (nos momentos em que ela estava bem, claro).

A influência de Amy foi tão grande que o senhor Karl Lagerfeld, estilista da Chanel, fez, em 2007, um dos seus famosos editorias inspirados na cantora. A Vogue também fez um editorial com a participação da modelo brasileira Isabeli Fontana.

 Mas onde a Amy vai fazer mais falta será nos palcos. Mesmo esquecendo letras das suas próprias músicas, caindo no palco e saindo sem terminar o show, ela conseguia ser uma artista de talento raro. RIP, senhorita Amy Winehouse, você quebrou com tudo!

One thought on “You know she was not good!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s